11 March 2016

breve reflexão

Saio à rua,
a cidade está deserta.
É noite,
Lua Nova.

Olhem o céu,
escuro, imenso!
tão cheio
e tão vazio.

Fugiram as estrelas
mas lá longe continuam.
Ou só se acredita nas estrelas quando as vemos?

5 comments:

Eros said...

Se dizem que somos pó das estrelas, não preciso de vê-las... Basta senti-Las em mim.

Elisa Mello said...

♥♥♥♥
ultimamente estou olhando tanto para o céu pra ver as estrelas, constelações, luas e tudo mais, que me senti dentro desses versos.

Sara Ferreira said...

Tão bonito, Joana! E é tão isto... "Ou só se acredita nas estrelas quando as vemos?". Tenho sempre a sensação de que vivemos cada vez mais desligados das coisas que realmente importam, de que reparamos apenas nas coisas palpáveis, porque estamos a criar uma sociedade de humanos muito pouco humanos... Eu acredito sempre nas estrelas, mesmo em sítios onde a poluição já não as deixa brilhar, ou mesmo quando não tiro cinco minutos da minha noite para espreitar o céu. Estão sempre lá :)

um beijinho,
Sara

Del. said...

muitas vezes só acreditamos no que vemos, mesmo quando basta abrir o coração e sentir pra enxergar o que não está ao alcance dos olhos...

Joana said...

enchem o meu coração! obrigada <3